top of page
XV SEMANA DE LETRAS-LOGOTIPO-OF_edited.p
ORGANIZAÇÃO

ORGANIZAÇÃO

EXPOLETRAS

EXPOLETRAS

CADERNO DE RESUMOS

CADERNO DE RESUMOS

ANAIS

ANAIS

GALERIA

GALERIA

APRESENTAÇÃO

 

     Em 2023, o PET Letras Ufal, em parceria com a Direção da Faculdade de Letras e as Coordenações de Graduação, traz para a XV Semana de Letras o tema “Linhas que se cruzam na memória”.A Semana de Letras é um evento de periodicidade anual que recebe um público de, em média, trezentos participantes, e objetiva, por meio das discussões dos temas propostos, integrar ainda mais a comunidade acadêmica de Letras de diversas unidades. A realização da Semana de Letras visa promover, dentro do espaço da universidade, discussões acerca das grandes áreas – Linguística e Literatura –, buscando observar sempre as interfaces entre essas disciplinas e as diversas mídias e áreas do conhecimento com que possam estar relacionadas, visto que a língua não prescinde de seu uso, estando sempre em circulação e, por isso, em contato com o mundo; não só no âmbito da vida social como no âmbito acadêmico.

    O evento busca integrar docentes, discentes e a Pós-graduação em Letras e Linguística e, partindo do mesmo princípio, visa também à integração das cinco habilitações que compõem o curso de Letras: Espanhol, Francês, Inglês, Português e Libras, além dos cursos de modalidade à distância (EAD). O evento deste ano contará com minicursos, conferências, mesas-redondas, comunicações orais de graduandos/as e pós-graduandos/as e apresentações artísticas, além da X Expoletras, com as quintas edições do Retrato e do Retrate, e o X Concurso de Contos Arriete Vilela.

   A proposta temática surgiu a partir da comemoração dos 35 anos do PET Letras Ufal, que surgiu em 1988, e foi inspirada pelas memórias que foram construídas ao longo desses anos de história do grupo. O Programa de Educação Tutorial em Letras foi o primeiro PET criado na Ufal, fruto da dedicação e do trabalho de Maria Denilda Moura, a primeira tutora do grupo. A história do PET é uma história de resistência, construção e acolhimento, que “não termina por aqui”, como afirmava a tutora. Denilda Moura fez história no curso de Letras e nos deixou na memória um legado de luta. Dentro do PET Ufal há um lema repetido constantemente: o PET existe porque ele resiste. 

 Na 15° edição da Semana de Letras, a ideia é observar e seguir os passos de quem galgou caminhos antes de nós para que hoje nós possamos tecer os nossos próprios. Uma celebração à memória do passado e à criação da memória futura. Além das memórias do grupo, a Semana de Letras busca também comemorar o que foi construído nas áreas de letras ao longo desse tempo, tanto na literatura quanto na linguística, e o que pode acontecer nos anos seguintes. O título da semana, “Linhas que se cruzam na memória”, relembra e comemora toda a construção, ao longo dos anos, de cultura e história, que inspirou nosso grupo a continuar com as atividades. A ideia do título surgiu a partir do texto A moça tecelã, da escritora Marina Colasanti, referência no curso de Letras. Na obra, a personagem principal monta e desmonta, com linhas coloridas, os momentos de sua vida. Pensando nesse conto, entendemos que nossa história se constitui de cada linha colorida que, em conjunto, tecem a nossa memória.

  Assim, a ideia da XV Semana de Letras é desenrolar e seguir cada fio de linha que se cruza em nossa memória coletiva, a fim de compreender os caminhos traçados anteriormente para seguir em frente com nosso bordado-história, criando novas memórias a partir das linhas costuradas antes das nossas. A XV Semana de Letras busca navegar nas memórias para construir novas, olhar para os caminhos já percorridos e os caminhos que foram abertos através disso.Por fim, a identidade visual da 15ª edição do evento, também surgiu a partir do texto de Marina Colasanti, sobre linhas que se conectam e formam novas memórias e acontecimentos, essas linhas contínuas formam a imagem da identidade visual, traçando um rosto feminino, representando a primeira tutora de PET Letras Ufal, Denilda Moura, e as cores representam a identidade visual do grupo, celebrando os 35 anos de sua formação, segundo Walmac Oliveira, artista responsável por seu desenvolvimento.

  Assim, convidamos todos/as a participarem da nossa 15ª edição da Semana de Letras da Ufal e a contribuírem com o diálogo interdisciplinar e memorialístico que a linguagem e, logo, os estudos da linguagem, permitem.

bottom of page